sexta-feira, dezembro 28, 2012

A partir de Janeiro, mais de 50% do meu grupo de amigos de Braga vai passar a trabalhar/estagiar fora de Portugal.
O lado positivo? Muitas viagens para fazer e pessoas para visitar.
O lado negativo? Menos cafés aos fins-de-semana.

Ah, e o fato de que, se a tendência se mantém assim, daqui a uns anos Portugal está despovoado de população ativa.
Coisa pouca.

quinta-feira, dezembro 20, 2012

Constatações

Não importa quantos anos passem, nunca vou ser daquelas raparigas que fazem trabalhos com uma formatação toda bonitinha, com cores a combinar, desenhos fofinhos, um design xpto.
Comigo é preto no branco, o mais básico que há.
Já aprendi que não vale a pena chatear-me, mais vale dedicar-me a outras coisas.

quinta-feira, dezembro 13, 2012



O dia hoje começou com um recém-nascido a fazer-me xixi em cima?
Who cares, hoje estou imbuída do espírito natalício, que está quase quase quase aí :)

quinta-feira, dezembro 06, 2012

São coisas destas

Uma pessoa consulta o dicionário (sim, eu ainda faço isso), para tirar dúvidas, e encontra o seguinte:

"chape
(origem onomatopaica) s. m.
Som onomatopaico dos ruídos tais como o do cão da espingarda batendo em falso."

O cão da espingarda que bate em falso.
Pois.

terça-feira, dezembro 04, 2012

Constatação

A única coisa que não vendem nos voos da Ryanair é a única coisa que deviam vender: tampões para os ouvidos.

terça-feira, novembro 20, 2012

Quais são os efeitos secundários de ouvir várias vezes seguidas a "You can never hold back spring" do Tom Waits?
I'm about to find out.

domingo, novembro 11, 2012

Isabel Jonet e a tampa da sanita

Não percebo porque é que toda a gente se indignou com a presidente do Banco Alimentar contra a Fome.
Não é que concorde e que ache muito bem o que ela disse, só acho que cada um tem o direito de dizer a borrada que quiser, e que o mundo não deve parar por causa disso. O fato de isto armar tanta polémica só pode indicar que anda toda a gente muito melindrada.
É como a discussão da tampa da sanita. Toda a gente faz grande alarido, que morar com rapazes é uma confusão porque deixam a tampa da sanita para cima ou para baixo e que isso é terrível. Concordo que pode fazer alguma confusão, mas não me parece que seja motivo para discussões, ou para alterar o eixo normal de rotação do planeta (a menos - e parece-me que é muitas vezes este o caso - que haja já uma longa história de problemas). Se é para discutir, se é para perder as estribeiras, se é para a Terra alterar o seu eixo de rotação, ao menos que seja por um motivo verdadeiramente importante. Até lá, continuemos concentrados no que há de bom na vida.

*reparei agora que o título ficou um bocado ao estilo "Anita no campo" ou "Anita e a ovelha bebé". Whatever.

domingo, outubro 28, 2012

Como se sentir um alien numa tasca da cidade do Porto

Peça salada num restaurante onde a especialidade é bife com batatas fritas e papas de sarrabulho.

terça-feira, outubro 23, 2012

Porque hoje andei com isto na cabeça


E por vezes as noites duram meses
E por vezes os meses oceanos
E por vezes os braços que apertamos
nunca mais são os mesmos. E por vezes

encontramos de nós em poucos meses
o que a noite nos fez em muitos anos
E por vezes fingimos que lembramos
E por vezes lembramos que por vezes

ao tomarmos o gosto aos oceanos
só o sarro das noites não dos meses
lá no fundo dos copos encontramos

E por vezes sorrimos ou choramos
E por vezes por vezes ah por vezes
num segundo se envolam tantos anos.

David Mourão Ferreira

segunda-feira, outubro 22, 2012

Coisas boas do Outono

- camisolas quentes
- chá e leite quente
- manhãs de sol morno
- cachecois
- lareiras
- tardes no sofa enroscada com uma manta
a ouvir a chuva a cair lá fora
- castanhas assadas

segunda-feira, outubro 15, 2012

Ora expliquem-me lá: quem é a farmacêutica que ao vender métodos contraceptivos junta folhetos de produtos como discos de amamentação, creme para mamilos sensíveis, bombas para retirar leite, e sacos para armazenamento e congelamento do leite materno?
É para reforçar a mensagem?
Fico confusa.

sexta-feira, setembro 28, 2012

Há aquela altura em que as amigas que me rodeiam, aquelas que conheço desde pequenas, desde as falhas nos dentes e a escola primária, me começam a mandar mensagens a dizer "Acabei o curso!", "Começo a trabalhar dia x",etc. E quando isto acontece, eu penso embevecida naquele passado-distante-mas-tão-recente, dos recreios, das falhas nos dentes, e na senhora Advogada, na senhora Enfermeira, na senhora Professora que me manda agora mensagem, e não consigo deixar de me sentir orgulhosa delas, como uma mãe que vê as suas crianças a crescer e tornarem-se livres.

sábado, setembro 22, 2012

É de mim ou passei pelo David Fonseca no Pingo Doce de Celas?

terça-feira, setembro 18, 2012

Sentes que não tens vida social? Não te lembras da última vez em que fizeste uma refeição durante a semana que não passasse por sorver a comida à pressa? Sentes que não consegues dar a atenção necessária a amigos e família? Os dias passam à velocidade da luz e acabas sempre por te deitar mais tarde do que estavas à espera? Parece que há sempre mais coisas para fazer do que aquelas que realmente consegues fazer? Sentes que passas o dia inteiro no centro de saúde/hospital a fazer coisas mais inúteis quando devias estar a fazer outras mais úteis?
Parabéns.

Bem vindo ao 6º ano de Medicina.

sexta-feira, setembro 07, 2012

"Esboçava Theodor um raciocínio cauteloso acerca da probabilidade de o desemprego ter efeito tanto no instinto de violência como no instinto oposto (...) formulava Theodor a hipótese de que o bem e o mal têm origem na inactividade e no tédio e que, portanto, a actividade concreta, especializada, dirigida individualmente, provocava, pelo contrário, uma atitude moralmente neutra em relação ao mundo; a actividade - o trabalho propriamente dito - poderia ser, então, a forma de evitar os grandes horrores, os grandes massacres da História, aceitando-se, porém, ao mesmo tempo, que também assim desapareceriam as condições para o surgir de grandes acções e de homens santos."

in Jerusalém, Gonçalo M. Tavares

domingo, agosto 26, 2012

Mais uma vez, sinto-me velha


Então a miudagem abaixo dos 15 anos não leu as bandas desenhadas do Tio Patinhas?

domingo, agosto 19, 2012

Nos últimos dias tenho feito mais viagens de carro, logo ouvido muito mais rádio do que o normal.
Assim, mudanças significativas ocorreram na minha vida.
Por exemplo: eu, orgulhosa pessoa desconhecedora daquele êxito do Pablo Alborán e da Carminho até à data de Agosto de 2012, sou agora forçada a ouvir a dita 3 vezes por manhã, no mínimo.
E, não vou mentir, é duro.

segunda-feira, julho 30, 2012

terça-feira, julho 24, 2012

Irónico é

Aquele nosso colega de 24 anos, que acabou de ser pai pela primeira vez no mês passado,
publicar no facebook a música "Young, wild and free", do Snoop Dogg.

quarta-feira, julho 18, 2012

E pronto. As minhas duas últimas cadeiras do curso (aham Mestrado Integrado!...)
foram feitas hoje.
O meu último semestre de aulas (em princípio).
E eu estou nostálgica...

segunda-feira, julho 16, 2012

Eu só queria uma coisa destas


Sol, árvores com passarinhos a chilrear, livros e algumas almofadas.
Sou uma fácil.

domingo, julho 15, 2012

Sim, eu ainda sou do tempo em que o Lou Bega era grande cena



E não venham cá diizer que isso nunca aconteceu, que eu cheguei a ter CDs dele.
E da Céline Dion. E da Laura Pausini. E da Britney Spears. E dos Mind da Gap. E dos Limp Bizkit. E dos Linkin Park.
Toda uma adolescência conturbada exposta numa selecção musical esquizofrénica.

sexta-feira, julho 13, 2012

"Pode ser que seja a saudade
Às voltas para me seduzir
Ela às vezes foge à verdade
Mas quase nunca chega a mentir"

Ala dos Namorados

domingo, julho 08, 2012

domingo, junho 24, 2012

Sei que estou muito interessada no que estou a estudar, quando em vez de o fazer escolho ver um vídeo de 13 minutos sobre a moagem do café.

quarta-feira, junho 20, 2012

Things change

Há 5 anos atrás, o dia 24 de Junho era dia de sair, dia de S. João, dia de festa.
Hoje, é "apenas" o dia antes da oral de Nefrologia.

quarta-feira, maio 30, 2012

Das duas uma

Ou acabei de ajudar um ladrão muito velhinho vestido de fato e acompanhado de um miúdo a saltar o muro a partir de minha casa para roubar a casa ao lado, ou aquele era mesmo o meu vizinho que se tinha esquecido das chaves.

terça-feira, maio 29, 2012

You don't say...

 "Medical students are used to being at the bottom of the totem pole. However, there is 1 area in which they surpass residents and attending physicians: the art of communication.
Unfortunately, as you gain training and experience in medicine, your communication skills may worsen. Although there are obvious reasons why this occurs (eg, time constraints curtail communication), the trend can be stopped.
(...)
Research shows that the patients of physicians who communicate well are more adherent to therapies, more satisfied with care, and less likely to file malpractice suits. Just like you need to learn how to diagnose strep throat, you need to learn how to communicate effectively."

É que eles descobrem cada coisa...

quinta-feira, maio 24, 2012

terça-feira, maio 22, 2012

Li uma vez algures que havia uma característica comum a toda a gente de esquerda, que era a de possuir uma certa psicose de perseguição, descobrir esquemas e conspirações em tudo quanto é sítio, etc.
Mas esta coisa dos cancros do Chávez, Lula da Silva, Cristina Fernández de Kirchner, e do nosso lado o Miguel Portas dá que pensar...
Ou se calhar não, sei lá!

sexta-feira, maio 11, 2012

Esquecer-me de comprar o grelo para o dia do cortejo do 4º ano: check.
Esquecer-me de comprar as fitas para o dia do cortejo do 5º ano: check.
Adivinha-se o que me vai acontecer para o ano, pela altura do cortejo do 6º ano...

quinta-feira, maio 10, 2012

O blogger andou para aqui a mudar-se sozinho e a mostrar-me estatísticas com coisas engraçadas, e assim fiquei a saber que grande parte das visitas que este blog recebe vêm da Rússia!
Apesar de me sentir lisonjeada fico com pena de eles não perceberem patavina do que se diz aqui e virem ao engano. Assim, queria só dizer:

Привет! Вы прекрасны!
E o ponto alto desta semana foi dar de caras, no meio da estrada, com um conjunto de cabras, vacas, garranos, porcos, galinhas, eu sei lá... todo um mundo animal nuns quilómetros de alcatrão!

quinta-feira, maio 03, 2012

Mas afinal onde pára aquele anúncio antigo da Lay's, em que havia uma miúda que chamava "FORRETA!" a uma senhora que lhe oferecia uma batata frita?

sexta-feira, abril 27, 2012

aHospital de Braga proíbe cabelos "extravagantes" e saltos altos - JN

Hospital de Braga proíbe cabelos "extravagantes" e saltos altos - JN

Atirem-me pedras, mas eu concordo com o estabelecimento de regras quanto à indumentária dos funcionários. Quando se trabalha na área dos Serviços, parece-me a mim que tem lógica que haja uma maior preocupação com o que se veste na prestação dos cuidados, tanto mais que neste caso se trata de cuidados de saúde. Não querendo ir contra as liberdades individuais, não me choca que haja um código mínimo estabelecido quanto à roupa que se pode usar durante as horas de serviço. Agora não se pode é entrar em exageros, mas também não me parece que haja algum género de polícia, no hospital, de régua na mão a confirmar o tamanho dos saltos ou saias...

sexta-feira, abril 20, 2012

segunda-feira, abril 16, 2012

Hoje apetece-me fazer como o miúdo da "Vida é bela" e bater o pé:
"Non voglio fare
non voglio fare
non voglio fare!"

Pfff!

domingo, março 25, 2012

A sério gentes, a sério?

Luciana Abreu já deu à luz

É muita tirania para uma só família...

quinta-feira, março 22, 2012

Sentou-se ao meu lado naquela viagem.
"Sabe porque é que venho ao Porto?"
Obviamente que eu não sabia. E a senhora velhinha com ar simpático continuou.
Era retornada de Angola. Contou-me a infância, o marido, a vinda para Portugal.
Os netos cresceram, os pais desses netos cresceram também, o marido morrera, e ela ficara sozinha, a contar os dias que passam.
Um dia, recebeu uma chamada.
Do outro lado, uma outra senhora velhinha, a contar os dias que passam. Mas esta, enquanto o fazia, folheava as Páginas Amarelas. E no amarelo das páginas, um dia, viu um nome familiar. A memória para as coisas de agora era mais difícil, mas aquele nome era de um passado mais distante, que estava agora bem vivo.
Atendeu o telefone, e abriu-se uma janela.
Falaram das vidas, tão distantes e surpreendentemente tão iguais, das famílias, de Angola.
E combinaram encontrar-se, contava-me a velhinha, agora com olhos de adolescente.
Para que o contar dos dias que passam fosse mais ligeiro.

E por descobrir que estas coisas são possíveis o meu dia tornou-se muito melhor.

sexta-feira, março 16, 2012

Mais uma vez...

Adeus siso,
olá Ben-u-ron.

terça-feira, março 13, 2012

Eu admito que não percebo nada de futebol, mas é normal o meu vizinho de baixo gritar pelo menos uma vez por dia "GOOOOOOOLO"?


In other news, não se me dava nada agora, com este tempinho que por aqui faz, ir passar a tarde numa esplanada na praia e deparar-me com um concerto destes senhores aqui (não sei se já disse que adoro concertos destes, circunstanciais):

quarta-feira, março 07, 2012

Descubra a diferença

Grupo de mulheres juntas numa sala aos gritos: coscuvilhices/tertúlia cor-de-rosa.

Grupo de homens juntos numa sala aos gritos: joga o Benfica.

quinta-feira, março 01, 2012

Fact

Desconfio sempre de pessoas cujo filme preferido é "O Diário da Nossa Paixão".

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

"Onde estás?"

Tenho para mim que se todos os telemóveis tivessem um localizador GPS incorporado, o número de chamadas telefónicas era reduzido para bem mais de metade.

sábado, fevereiro 18, 2012

Vou ser lamechas e esquisita

É bom ver que ao fim de dois anos já tenho tantas coisas dele, e ele tantas de mim.

terça-feira, fevereiro 07, 2012

Coisa mais fofa

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Alguém me há-de explicar qual é a lógica de eu ter de estudar os consensos sobre as mais novas descobertas no âmbito da medicina materno-fetal...

DE 1980!


(eu ainda nem era nascida! Que é que podia haver de interesse nessa altura?
Pois, nada...!)

terça-feira, janeiro 31, 2012

Dos filmes mais perturbadores que vi nos últimos tempos.

Mas bom, mas bom!...

quarta-feira, janeiro 18, 2012

Não sei se isto acontece a mais alguém, e é um bocado triste de admitir, mas sempre que vou ao Jumbo e pago naquelas caixas self-service, evito pagar com notas porque não sei onde as inserir...
Ou então fico lá a atrasar a fila toda atrás de mim, com a nota na mão e a olhar com cara de parva para a máquina uns largos minutos, até que alguém me explique onde é que fica a ranhura (que, já agora, fica num sítio mesmo complicado e fora de mão).
E pronto, era só isto.

segunda-feira, janeiro 09, 2012

Tesourinhos deprimentes

Judite de Sousa
Manuela Moura Guedes
José Rodrigues dos Santos
... em 1993

quinta-feira, janeiro 05, 2012

No outro dia apanhei a Antena 1 e fiquei a conhecer esta música:



Me gusta.