quarta-feira, dezembro 31, 2014

2015


Que vai ser um ano cheio de novidades já se sabe.
Casa nova, colegas de casa novos, cidade nova, hospital novo.
Que seja um ano tão bom ou melhor que 2014. Que haja muita saúde para a minha família e para a dos meus entes queridos, que a doença vá embora, se amedronte com o Ano Novo, que se embebede, e já trôpega tropece e caia ao rio.
Que possa viajar muito. Que quem está longe (a viajar ou trabalhar) nunca esteja mais longe do que está agora. 
Acima de tudo, que haja muita saúde e alegria para mim e para os meus.
Não se pedem superlativos, nem infinitos, nem para sempre.
Só muitos momentos de felicidade. E força.

E venha ele.

terça-feira, dezembro 16, 2014

E pronto, parece que é agora

Amanhã escolho o que vou fazer e onde vou viver nos próximos 10 anos. Coisa pouca, portanto.
Façam figas! :)





sábado, dezembro 13, 2014

Parece que esta coisa dos coachs e personal motivation cenas é mesmo a sério!



Este senhor é muito bom.
Entre outras coisas, ensina a fazer "comprinhas de supermercado", que o atum e as sardinhas salvam vidas, e que o requeijão, não só é muito rico em proteína, como também em caseína.
... Que, na verdade, é uma proteína.
Gosto também da maneira futurista como algumas cenas são filmadas, como se estivéssemos a ver um episódio da BBC Vida Selvagem. Torna estas "comprinhas" mesmo empolgantes.

Muito material tenho eu para me instruir aqui.
"Game on!"

sexta-feira, dezembro 12, 2014

O meu nariz está de tal forma obstruído e a minha respiração de tal forma bloqueada, que acho que de vez em quando consigo ouvir uma vozinha no meu cérebro a gritar em falsete "Nããaããão?...... porquêêêêê?......".


As reticências são porque o meu cérebro está em tal estado de anóxia, que me dá ideia que está oco. Daí o eco.

segunda-feira, dezembro 08, 2014

Portanto, tendo em conta o meu jantar de hoje, amanhã vou acordar a babar-me e sem saber contar até 3.
Só para avisar.

quarta-feira, dezembro 03, 2014

Great

Crise de espirros de manhã, quando se está a pôr rímel.
Maldita rinite alérgica!

terça-feira, dezembro 02, 2014


E os episódios de New Girl tornaram-se muito mais interessantes de ver :P

sábado, novembro 22, 2014

Ser dona de um cão, tal como ser mãe...

É pensar em xixis e cocós muitas mais vezes por dia.
É ser capaz de manter uma conversação animada com uma vizinha sobre itens de casa roídos, e xixis e cocós.
É por vezes desejar, e outras odiar os xixis e cocós.
Ah, e já disse?... xixis e cocós?

sexta-feira, novembro 21, 2014

Hoje estou assim...



Como o tempo...

terça-feira, novembro 18, 2014

Comidinha de Inverno


Hoje foi dia de experimentar comidinha de Inverno, ao som de jazz de Natal, com o pessoal cá de casa! 
E que bem que soube...

 Receita aqui

segunda-feira, novembro 10, 2014

Já nao me lembrava disto...

Ter dores de cabeça tão fortes que quase me fazem vomitar. E logo no dia em que a urgência está mais caótica (qual Legionella, qual Ébola... o que se precisa é calor humano)!

Olá Novembro... trouxeste as castanhas e os diospiros, foi porreiro... já podes ir buscar o Verão?

quarta-feira, novembro 05, 2014


Tenho descoberto o poder das palavras, do olhar com calma, do prestar atenção aos doentes e seus familiares, numa altura em que se encontram tão vulneráveis (ambos!). E como é tão mais difícil arranjar tempo para isso numa enfermaria do hospital, comparando com o gabinete do centro de saúde!
Concordar ("sim, é capaz de ter sido uma pontinha de frio..."), dar esperança (na medida do possível), dar algum tempo de antena para as pessoas expressarem os seus medos. Tentar entender a sua percepção da doença e ir dando umas colheradas progressivas de realidade, sem que isso magoe...
Afinal, somos todos tão voláteis, quem nos diz que um dia destes não nos encontramos do outro lado?

domingo, novembro 02, 2014

Eloquência de domingo à noite



Vontade de iniciar a semana :P

sexta-feira, outubro 31, 2014

Há sempre uma primeira vez para tudo...

Hoje foi a primeira vez que fui sair a um bar, à noite, com um saco de pão na mão.

Sexy sim. Dona de casa também.

quarta-feira, outubro 22, 2014

terça-feira, outubro 21, 2014

Estou parva.

Isto é possível no século XXI? 
Há proteção legal para este senhor? Por favor digam-me que não...

À noite, cá em casa, monta-se uma mini-linha de produção:
forno ligado, dois ou 3 pratos a cozinhar ao mesmo tempo, pelo meio ainda se aproveita e sai uma maçã assada com vinho do Porto ou castanhas assadas - afinal, estamos no Outono caraças!-, prepara-se o jantar de hoje e os almoços dos próximos dias da semana.

Quem diria que me viria a tornar fervorosa adepta da marmita!

quinta-feira, outubro 16, 2014

E quando esta música não nos sai da cabeça?
Boa disposição logo de manhã :)


quarta-feira, outubro 08, 2014

.



Daqui a umas horinhas, esta que vos escreve estará algures na Côte d'Azur - (esperemos que) a apanhar sol!
Estou tão ansiosa por estes dias! Se pudesse percorria a linha toda do Sul de França e norte de Itália, mas os dias e o dinheiro não esticam... Só espero que os deuses nos enviem dias bons...vá bonzinhos... poucos dias de chuva pronto :P

La Madrague

sexta-feira, outubro 03, 2014

Como dizia a Rita Lee,

 "il dolce far niente, sem culpa nenhuma..."



A primeira tarde livre desde há já alguns dias malucos.
Depois de uma manhã em que ouvimos um doente dizer que nos admira (isso também ajuda), e de sermos cumprimentados por dois outros que ajudamos a curar na rua,
Poder deitar-me na rede, a apanhar sol e a terminar os livros que tinha em atraso...
Hoje o jantar vai ser fora, por isso a única preocupação é em, mais para o final da tarde, tomar um banho demorado (experimentar a hidromassagem(!) ) e arranjar-me para sair..

Adoro estas pequenas coisas boas da vida.

domingo, setembro 21, 2014

sexta-feira, setembro 19, 2014

Este ano tem sido cheio de surpresas.
Tenho descoberto coisas novas sobre mim e a maneira como trabalho, como me organizo quando o trabalho acumula e de repente temos pilhas de processos e papéis para dar andamento, como reajo quando estou sob stress, saturada de um dia cheio de berbicachos para resolver, e ainda surge mais uma pessoa que entra para uma consulta aberta (ou seja, supostamente urgente) porque precisa de um atestado a dizer que tem uma doença que a impossibilita de ir ao ginásio... quando não tem doença nenhuma. "Mas tem algum sintoma?" "Bem, às vezes quando estou a falar com alguém tenho "brancas"..."
Têm-me dito que tenho jeito para lidar com crianças, que tenho jeito para médica de família, que podia bem ser cirurgiã, e eu tenho aprendido a gostar de coisas das quais não gostava.
Eu, que sabia que não gostava de algumas áreas, estou a reconsiderá-las por causa do que me dizem...
Com tudo isto, tenho a dizer que estou mais confusa do que estava.
Mas tudo entrará nos eixos daqui a uns tempos... espero eu!

domingo, setembro 07, 2014

O resto dos velhinhos que me perdoe, mas a minha avó, toda contente a comer um guardanapo na esplanada do café, enquanto folheia um catálogo do regresso às aulas com os dedos gordurosos e cheios de creme (ela que nunca aprendeu a ler), é a avó mais fofinha que há no mundo.


sábado, setembro 06, 2014

Pois


 
Ver um filme sentimental sobre a gravidez e a maternidade no período de TPM talvez não tenha sido a decisão mais ajustada...

segunda-feira, setembro 01, 2014



Quando os dias custam mais a começar, aposto nas coisas de que mais gosto - um pequeno-almoço reforçado, com pão torrado com queijo fresco, mel, nozes e figos ou morangos ou o que calhar.
Acompanhado, claro, do café com leite que só o seu cheiro parece que me afaga a alma...
E assim se ganha energia!

domingo, agosto 31, 2014

Estou em modo depré de Domingo ao final do dia.
Não me apetece cozinhar, nem passar a ferro, nem ler, nem nada. :/
Estive de férias no início do mês e já estou com saudades de viajar de novo...

terça-feira, agosto 26, 2014

quarta-feira, agosto 20, 2014

Das férias


in Férias de Natal, W. Somerset Maugham


O mal delas é que acabam...

terça-feira, agosto 19, 2014

Não importa que tenha 25 anos, que esteja a trabalhar no centro de saúde como médica, que aparentemente seja uma pessoa com algum tino.
Ainda fico ridiculamente feliz comigo quando consigo comer uma paelha sem deixar nenhuma nódoa na roupa.

Baby steps.

sábado, agosto 02, 2014

Quão perturbador e ligeiramente pedófilo é o fato de haver um desenho-animado chamado Manny Mãozinhas?

sexta-feira, julho 18, 2014

1º dia de chuva do Verão

Acordar, olhar para o telemóvel e ver uma linda mensagem : "Pedimos desculpa, mas a aplicação despertador não está a funcionar corretamente".
FUCK, são 9 horas!
Voar para o centro de saúde, almoçar lá, sair às 20h. Pelo meio ter oportunidade de contatar com miúdos birrentos, doentes psiquiátricos violentos, e pessoas mal-educadas. Tudo seguido. Ter também 15 minutos para ir ao centro comercial tratar de burocracias, aproveitar para comprar uns sapatos porque se gastasse 15 ou mais euros não pagava o parque. Comprei uns sapatos que afinal não gostava muito, mas pronto, ao menos não pago o parque.
Já na caixa, aperceber-me do preço deles (uau, estão em promoção...): 14,99€.
FUCK, afinal vou pagar uns sapatos que não gosto muito MAIS o estacionamento.
Mas agora não há tempo para isso, voo para o centro de saúde novamente.
Sair às 20h, tenho uma aula e estou atrasada.
FUCK, está a chover torrencialmente e não tenho guarda-chuva.
Não faz mal, é da maneira que a roupa já fica lavada. Sofia versão pinto molhado.

Chegar a casa, fazer o jantar, tratar da roupa que ficou a secar, e pensar que os dias acabam sempre mais tarde do que deviam acabar.

Isto há dias de manhã em que um homem à tarde não pode sair à noite nem voltar de madrugada...

quinta-feira, julho 17, 2014

"Se os homens chorassem mais tinham menos ataques cardíacos"

Ganhei o costume de ouvir o programa "O amor é", da Antena 1, em podcast.
Gosto muito de ouvir os dois locutores, e muitas vezes põem-me a pensar sobre coisas que se pensariam banais, mas que levantam questões bastante pertinentes.
Porque é que temos duas medidas diferentes para a dor/ansiedade nos homens e nas mulheres? Porque é que a uns lhes é permitido sofrer e aos outros não?
Porque é que, na nossa sociedade, discriminamos os homens nervosos ou deprimidos? Os homens que fazem luto prolongado, que demoram um pouco mais a recuperar de uma perda? Porque é que perdem valor? E onde está a igualdade de género e de direitos no meio disso tudo?
Só algumas coisas em que fiquei a matutar...

O Amor é (Fim de Semana)

quinta-feira, julho 10, 2014

Gotta get away



Não tenho passado muito aqui pelo blog, é verdade.
Com o Verão, chegam as festinhas das terras e a vontade de passar mais tempo fora de casa - praia, praia, praia! - impera...
Entre Vaca das Cordas em Ponte de Lima, uma visitinha a Lisboa para conhecer a cidade, e outra a Coimbra para matar saudades dos tempos da faculdade, o tempo tem passado a correr!
Este fim-de-semana vou de "mini-férias" (que bem que me vão saber!), para o Optimus Alive em Algés.
Portanto: piscina, muuuita música e... FÉRIAS! Sem chefes, sem horários, sem chatices...
São só 4 dias mas vão saber-me pela vida, já sei!

Can't wait! :)

quarta-feira, julho 09, 2014

São amizades assim

É bom ter amigos que nos animam o dia com carinhos assim :)

quinta-feira, julho 03, 2014

Coisas boas da vida

Aproveitar a hora de almoço, para ir para uma esplanada com amigos e almoçar com esta vista.

PS- E depois apanhar um escaldão. Sim, universo, já sei. Não pode ser tudo bom.

segunda-feira, junho 30, 2014

Quando entramos num expresso, para iniciar uma viagem de 5 horas, e reparamos que temos um padre, dos seus 20 anos, atrás de nós a falar ininterruptamente com a vizinha do lado, já é mau.
Quando esse padre se sai com pérolas como "Estou farto de Lisboa. Estou cheio até aos colhões!", então...
É o princípio do fim!

(se bem que fiquei confusa com a imagem, se se dissesse antes "cheio até aos cabelos" acho que em termos de altura e magnitude se percebia melhor a ideia... Isto a menos que o senhor tivesse um entrepernas muito alto - mas eu verifiquei, e não era o caso.)

domingo, junho 15, 2014

Hoje o dia foi passado na piscina.
Quem estivesse mais distraído, diria que estamos em pleno Verão.
E isso é tão bom :)

sábado, junho 14, 2014

Não gosto de nada do que tenha a ver com a morte. Não gosto das conversas, das palmas e flores, dos cemitérios, das pessoas já sem laços que se reunem, não gosto de pensar no fim. Não gosto do sabor do silêncio e da nuvem pesada que carregamos.
Morrer devia ser mais simples, menos pensado, sem cortejos alegóricos e gestos convenientes.
Os cultos da morte parecem-me sempre demasiado mórbidos...

segunda-feira, junho 09, 2014

Não é que o trabalho esteja a correr mal, depois de uma primeira fase de habituação a cada serviço, as coisas acabam por se encaixar, entramos no ritmo e corre tudo a velocidade de cruzeiro,
mas.... férias...


E agora que o hospital tem andado a meio gás com o pessoal de férias a aproveitar os feriados, parece que custa ainda mais um bocadinho...

domingo, junho 01, 2014

Coisas que se lêem

"Nunca encontrei o abrigo que ainda procuro, uma mão que me feche no seu interior e me guarde no bolso de dentro do caasaco, paredes que me digam com veludo: descansa, menino. Mas procuro, continuo, como se acreditasse que vou encontrar."

José Luis Peixoto, Livro

quinta-feira, maio 29, 2014

Aqui... no lugar de Porto Côvo...

Não sei qual é o estado de dentição do Rui Veloso (presumo que excelente), mas se há fruta que não me passaria pela cabeça pôr-me a roer, é que era mesmo uma laranja...
E ainda para mais numa falésia!
É que são duas atividades radicais de uma só vez!

Porto Côvo

segunda-feira, maio 26, 2014

Ouch!

Aquele momento em que o doente pára e cai redondo no chão,
nos apercebemos que estamos sozinhos (ou seja, somos o único médico presente na enfermaria),
e o peso da responsabilidade nos cai em cheio sobre os ombros.
Às vezes, valha-nos Deus... ou a sorte... ou o destino!....

sábado, maio 24, 2014

Um pedaço de mau caminho

O pior é conseguir comer só um bocadinho...

segunda-feira, maio 19, 2014

"Comigo fico, talvez não contente,
Porém certo e sem erro."
(Ricardo Reis)

Foto: uma estátua algures no Monte de Sta Luzia

sexta-feira, maio 16, 2014

Serviço público

Sabiam que existe uma coisa chamada Sociedade Nacional da Sinalização Vertical?
Ah pois é, ficam a saber.
Suponho que seja uma espécie de sindicato dos STOPS, semáforos e demais sinais de trânsito.
Conheço algumas tabuletas que já devem ter entregue algumas reclamações e ter feito alguns abaixo-assinados...


PS- A propósito, hoje passei por um cartaz a anunciar um circo que trazia um "espetáculo com tubarões vivos". O que é uma pena porque eu morria de vontade de ver um aquário com tubarões mortos a boiar. Será que posso mandar uma carta a mostrar a minha indignação para a SNSV?

quinta-feira, maio 15, 2014

Filosofias a horas em que já devia estar mazé a dormir

 
É isso.
Em cada canto tentar ver o lado bom. Como diz a Mallu.

domingo, maio 11, 2014

Há chefes muito parvos.
(Ou a arte de engolir sapos parte I)

Depois vi o videoclip da Anna Go.
E senti-me feliz por ainda ter alguma cabecinha.

quarta-feira, maio 07, 2014

Já andava farta de ouvir as pessoas a falar do Masterchef, do The Voice, do Rising Star, galas de aniversários de tudo e mais alguma coisa, e dei por mim a reparar que não andava a par de nada disto.
Por isso, para me atualizar um bocado, fui ver um bocadinho do último programa do Rising Star.
E lembrei-me porque é que não andava a seguir aqueles programas.
Ver meia dúzia de personagens, fechados num estúdio de 3 metros quadrados, a estrebuchar, sorrir, fingir, dizer uma data de piadas sem piada nenhuma, homens feitos a dar gritos abichanados, e gente a bater palmas por tudo e coisa nenhuma não é mesmo a minha cena.

quinta-feira, maio 01, 2014

Coisas cá da terra

As maias e os pescadores. E a tradição que se leva muito a sério.

segunda-feira, abril 28, 2014

E, a meio de uma tarde tão calminha em passeio, um telefonema para complicar um bocadinho mais a vida.
Às vezes tenho saudades de quando as coisas eram simples...

quinta-feira, abril 24, 2014

Se há coisa que funciona comigo quando ando com insónias é Scott Mathews.
A vozinha dele, as músicas calminhas... é como se me estivessem a embalar, a melhor maneira de entrar no mundo dos sonhos!




"Do you ever feel you're running blind?
Heading into nowhere and sailing without wind
As the doubt remains
'Cause you're sick and tired of worrying about tomorrow
Today's not even started and it's a blink of a day you glimpse"
Do you ever feel you're running blind?
Heading into nowhere and sailing without wind
As the doubts remain.
'Cause you're sick and tired of worrying about tomorrow,
Today's not even started and it's a blink of a day you glimpse.
Read more at http://www.songlyrics.com/scott-matthews/head-first-into-paradise-lyrics/#QIMHZ7Mw1RXPPhfV.99
Do you ever feel you're running blind?
Heading into nowhere and sailing without wind
As the doubts remain.
'Cause you're sick and tired of worrying about tomorrow,
Today's not even started and it's a blink of a day you glimpse.
Read more at http://www.songlyrics.com/scott-matthews/head-first-into-paradise-lyrics/#QIMHZ7Mw1RXPPhfV.99
Do you ever feel you're running blind?
Heading into nowhere and sailing without wind
As the doubts remain.
'Cause you're sick and tired of worrying about tomorrow,
Today's not even started and it's a blink of a day you glimpse.
Read more at http://www.songlyrics.com/scott-matthews/head-first-into-paradise-lyrics/#QIMHZ7Mw1RXPPhfV.99

sexta-feira, abril 18, 2014

Karma?

Depois de 17 horas de Serviço de Urgência a ouvir putos a berrar, que vêm cheios de areia da praia a cheirar a protetor solar, enquanto lá fora pela janela vejo um sol espetacular, acordo no dia seguinte a pensar: "é desta que me vou vingar, vou passar o dia todo na praia!"
Qual quê!
Senhor S. Pedro decidiu que me vai oferecer uma Páscoa molhadinha...

terça-feira, abril 15, 2014

Li esta entrevista

... e deu-me que pensar.

Entrevista a Manuel Sobrinho Simões, diretor do IPATIMUP e professor na Faculdade de Medicina do Porto.


"Somos gente de minifúndio, individualista. Gente de sol e de sal que não precisou de se organizar em grupo. Que nunca fez a Revolução Industrial. Gente que tem dificuldade em distinguir o saber da erudição, o essencial do acessório. (Isto, Sobrinho Simões aprendeu-o quando viveu na Noruega, e, depois, nos Estados Unidos.) E somos uma gente que, num cenário de crise aguda como o que vivemos, se entreajuda.  
Sobrinho Simões tem uma inteligência prodigiosa e, ao contrário dos seus alunos, que apesar de serem excepcionais não têm uma narrativa sobre a realidade, a sua visão é integradora, global, capilar.
Aos 65 anos é um dos maiores especialistas mundiais em cancro da tiróide. Fundou e dirige o IPATIMUP, é professor na faculdade de Medicina do Porto. Recebeu o Prémio Pessoa. "

ver a dita aqui

domingo, abril 06, 2014

Este fim-de-semana foi:

Amigos dos bons, caminha quentinha, conhecer o Porto e o mercado do Bom Sucesso (que é espetacular, especialmente a parte do mercado dos frescos, perdia-me lá!), conselhos de comida boa, e a primeira vez que andei de autocarro nesta cidade - sim, em 25 anos, e o único meio de transporte que conhecia no Porto era o metro. Shame on me.
No final, foi bom pôr a conversa toda em dia e perceber que as pessoas que escolhemos para a nossa vida foram mesmo boas escolhas, e que há coisas que a distância e os anos não alteram :D 

quarta-feira, abril 02, 2014

Playlist



Recomendo todo o CD do Criolo para tardes preguiçosas ao sol :)

segunda-feira, março 31, 2014

PROCURA-SE


O Sol.
Daquele bonito. Quentinho. Brilhante.
E que dá vontade de sair da cama de manhã e fazer coisas bonitas.
Acho que me trouxeram a Primavera estragada... dá para devolver?

domingo, março 30, 2014

Orgulho nacional




O estilo, a maneira de estar, o talento e o trabalho que apresenta (a nível nacional e internacional).
Isto é que é um homem como deve ser :)

segunda-feira, março 24, 2014

Febre de Segunda-feira à noite

De todas as vezes que tenho ido ao Porto (sim, T-O-D-A-S!) tenho sido abordada por algum turista na rua, a pedir informações.Quer sobre o metro, quer como chegar a um sítio, quer sobre ruas...
Daqui posso tirar duas suposições:
- ou eu tenho ar de quem conhece muito bem a cidade (sendo que não moro nem nunca morei lá)
- ou a cidade está muito mal em termos de informações para o vulgar turista

(Não sei porquê, tendo mais para a segunda...)

Mesmo assim, estas situações deixam-me com vontade de um dia mandar tudo às urtigas, mudar de vida e tornar-me guia turística. Ou organizar passeios. Ou montar uma empresa turística. Ou...
... sonhar é bom, não é?

domingo, março 16, 2014

Esta frase é tão eu

Quando entram no meu quarto podem ver um monte de coisas espalhadas (ao que parece) aleatoriamente. Mas na verdade elas estão arrumadas. 
O que se passa é que tenho tendência a esquecer-me das coisas, se não as tenho mesmo debaixo do meu nariz.
Daí, a única maneira que tenho de me organizar é pôr as coisas de que preciso e que uso em evidência - nada de gavetas , caixas e caixinhas. 
O aspeto é de caos, mas no fundo é assim que se torna funcional.
Guardem-me as coisas em caixinhas, para ficarem as prateleiras todas arrumadinhas, e eu desoriento-me.

E agora, para fechar, os "5 minutos de jazz" (sim, a plagiar descaradamente a Antena 1)

sexta-feira, março 14, 2014

E por isso esta tarde vou passá-la numa esplanada à beira-mar, 
a fazer um pouco de fotossíntese.

Bom fim-de-semana! :)

sexta-feira, março 07, 2014

E o imagiologista sabe que eu já estou a pedir a caminha...

quando, na urgência, envio um doente para fazer o RX tórax com indicação de uma "toracalgia ântero-posterior superior"...

sábado, março 01, 2014

Ainda sobre isto...



Portanto, parece que foi só ir a uma agência de pornografia e pegar em meia duzia de atores, passar por uma sex shop e comprar o guarda-vestidos, escolher uma ou duas frases para musicar (em espanhol, para combinar com os "ailerons" dos carros), pegar em dois carros topo de gama para tornar a cena mais radical e tá feito. E assim se produz um hit da Ana Malhoa.

Desde quando é que a Ana Malhoa é a patrocinadora oficial das atividades sadomaso?



Tudo neste vídeo é muito esquisito...
Ou então sou eu, que ainda sou do tempo do Bueréré...

quarta-feira, fevereiro 26, 2014

Factos

Só nesta terra é que se pode falar em "dia dos tapetes" como se fosse uma grande festa para a gente jovem, e ser levada a sério.

terça-feira, fevereiro 18, 2014

Como é que sabemos que já não estamos a andar para novos?

Quando acordamos ao Domingo, vemos um dia lindo de sol, e em vez de pensar "Eh pá, está um tempo espetacular para passear", o primeiro pensamento que temos é "Que sorte, está um tempo espetacular para eu pôr a roupa toda a secar!"

segunda-feira, fevereiro 10, 2014

Coisas cá da terra



"Meu Deus ajudai-me a subir" ...
o escadório de Santa Luzia.

quinta-feira, fevereiro 06, 2014

E por isso hoje à noite é para ir a aulas de kizomba.
Friozinho na barriga! :D

terça-feira, janeiro 28, 2014

Porque uma imagem vale mais que mil palavras


Quando vocês me perguntarem: então, que tens andado a fazer? 
Pois...isso...

sábado, janeiro 25, 2014

O sorriso

Uma das doentes que mais me marcou neste serviço foi uma senhora, dos seus 70 anos, que entrou entubada, sedada, completamente ausente, e saiu de lá para ir ter com os filhos a sorrir. Sorria tanto, essa senhora...
E eu fiquei a pensar: o sorriso é mesmo uma coisa muito poderosa..


Creio que foi o sorriso,
o sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz
lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.
Correr, navegar, morrer naquele sorriso.


Eugénio de Andrade

terça-feira, janeiro 21, 2014

"Segunda-feira
trabalhei de olhos fechados
na terça-feira
acordei impaciente
na quarta-feira
vi os meus braços revoltados
na quinta-feira
lutei com a minha gente
na sexta-feira
soube que ia continuar
no sábado
fui à feira do lugar
mais uma corrida, mais uma viagem
fim-de-semana é para ganhar coragem

(...)
a vida é feita de pequenos nadas.


sábado, janeiro 18, 2014

As coisas por cá


Não tenho passado muito cá pelo sítio, como já se esperava.
Mudar de casa significa muitas viagens, móveis, arrumações, limpezas a fundo, ficar sem gás, sem net etc.
E sim, ainda não tenho net nem TV na casa nova e portanto tenho andado bastante desligada do mundo (descobri hoje as "quenelles" do Dieudonné por exemplo).
O trabalho corre bem, tenho andado atarefada mas feliz, tenho aprendido bastante, embora com saldo negativo em termos de sono e refeições - mas pronto, tem de haver algum grau de sacrifício para se aproveitar a experiência ao máximo. No saldo negativo, estiveram também dois acidentes um pouco espatafúrdios com facas e duas visitas ao SU para levar pontos - mas pronto, já se sabe do que a casa gasta :P
No geral, o saldo é positivo. Posso dizer que gosto do que faço e do grupo de Internos do Ano Comum que me acompanha, a cidade é linda, e é espetacular sair de casa de manhã, olhar para o lado e ver o mar, entrar no hospital e mesmo antes de passar a porta de entrada ser atravessada pelo voo errante de uma gaivota.
Cá no burgo a vida vai bem. Cansada, mas feliz :)

terça-feira, janeiro 07, 2014

Aquele momento...

em que pedimos indicações na estrada a um senhor, aqui no Norte, e ele nos responde com
"Segue, segue, vê uma placa em direção a tal NUM BIRA!...segue, segue, NUM BIRA!..."

RAP, "you're always in my mind"


P.S.- RAP = Ricardo Araújo Pereira, para aqueles que não apanharam