terça-feira, fevereiro 16, 2010

expressões que me enchem de urticária

1. Aquelas pessoas que, ao serem entrevistadas, respondem com um:
"Não há palavras."
Não há? IIIIIIIIH pois é, ainda há pouco estava o dicionário cheio delas e agora, olha! Varreram-se! Vamos ter de começar a falar por letras! Que aborrecido.
Palavras há sempre, vontade de as dizer ou perícia para as manipular é que não!
E se não nos contentarmos com as que há, inventa-se, como o Mia Couto.

2. Aquela febre que por aí andou na televisão onde toda a gente respondia com um
"Sem dúvida". De repente, foi uma invasão de pessoas cheias de certezas, nunca antes vista! E toda a gente sabe que pessoas sem dúvidas são pessoas que pensam de menos.

E pronto, era isto.

3 comentários:

Marcos Lemos disse...

Sem dúvidas que não há palavras... Há pomadas pá urticária! :P

mafalda disse...

Mas o que é que tu andaste a ler/ver/ouvir mulher??

blue.star disse...

Foi uma epidemia que se passou na televisão, há já algum tempo.
Ainda acontece às vezes, em alguns programas da tarde da Júlia e afins, alguém falar sobre um assunto muito triste- aquelas desgraças que por lá passam- com um "não há palavras".
Eles andem aí.